fbpx

Cirurgia de mastopexia com prótese: como é realizada

Mastopexia com prótese

A cirurgia de mastopexia com prótese é o procedimento que levanta os seios caídos ao mesmo tempo em que proporciona mais volume às mamas. É indicada para casos em que os seios são muito flácidos e o tecido mamário apresenta pouca densidade.

Nem toda mastopexia envolve a colocação do implante. Mas a vantagem do silicone é que ele permite remodelar o seio. Com ele, a silhueta ganha um contorno mais preenchido. A mama fica mais firme, com mais sustentação e projeção.

É a solução procurada por mulheres que desejam melhorar a aparência, especialmente após períodos de gestação e amamentação, ou quando há uma grande perda de peso. São transformações pelas quais o corpo passa e que impactam na firmeza dos seios.

A ptose mamária – que é o termo técnico usado para definir o peito caído – ocorre naturalmente por diversas razões. Entre elas, estão o envelhecimento, as alterações hormonais, as características genéticas, a gravidez e o aleitamento, além do emagrecimento intenso.

Quem pode fazer cirurgia de mastopexia com prótese

A mastopexia com prótese pode ser realizada por qualquer mulher insatisfeita com a queda dos seios, desde que esteja em boas condições de saúde.

Basicamente, esse procedimento tem o objetivo de:

  • Levantar e firmar os seios
  • Corrigir assimetrias
  • Reduzir aréolas

Para a mastopexia, nem sempre a prótese é necessária. A decisão depende da textura e da densidade do tecido das mamas.

O implante associado ao lifting de mamas tem sido procurado com maior frequência devido aos resultados que proporciona. Com o silicone, o seio ganha um formato mais cônico com pólo superior cheio. É o padrão mais buscado pelas brasileiras atualmente.

Quando não é indicada

Essa cirurgia não é indicada se você tiver planos de  engravidar ou perder bastante peso nos próximos meses. São situações que envolvem grandes transformações no corpo, o que pode modificar novamente o formato das mamas, perdendo o efeito desejado.

Como é feita a mastopexia com prótese

O preparo para a cirurgia envolve alguns cuidados, como:

  • Parar de fumar 4 semanas antes;
  • 2 semanas antes deve-se interromper o uso de alguns remédios, como antiinflamatórios e aceleradores do metabolismo;
  • Não ingerir bebidas alcoólicas no dia anterior ao procedimento;
  • Jejum de 8 horas antes da internação.

Quanto tempo leva e quais são as etapas da cirurgia

Por se tratar de um procedimento complexo, geralmente leva cerca de 4 horas.

Existem diferentes técnicas para a cirurgia de mastopexia com prótese. Basicamente, envolve as seguintes etapas:

  1. A cirurgia é feita com internação hospitalar e exige anestesia geral.
  2. É feita uma incisão ao redor do mamilo e a colocação da prótese de silicone
  3. Faz-se uma sutura vertical para ajustar o excesso de pele na área entre a aréola e a dobra do seio;
  4. O cirurgião marca a pele para indicar onde será feita a incisão para retirar o tecido;
  5. Retira-se a sutura e faz-se a incisão no local indicado, mantendo a integridade da prótese;
  6. Faz-se nova sutura para a remodelação do seio.

Como é a cicatrização

O formato da cicatriz depende da técnica utilizada e da necessidade da paciente. As incisões podem ser:

  • Periareolar: em volta da aréola, é usada quando existe pouca quantidade de pele a ser removida;
  • Periareolar com linha vertical: a linha fica ao redor da aréola e desde em direção ao sulco da mama, para levantar a aréola;
  • Periareolar com linha vertical e horizontal: além das incisões anteriores, é feita uma linha horizontal no sulco da mama, que resulta em formato de L ou T, para grandes quantidades de pele.

A colocação da prótese durante a mastopexia tem a vantagem de permitir uma cicatriz menor na linha horizontal.

As cicatrizes ficam visíveis e são perenes. No entanto, com o tempo, vão se misturando ao tom natural da pele e ficam bastante discretas na maioria dos casos. O resultado final fica mais visível entre 6 e 12 meses após o procedimento.

Pós-cirúrgico e a recuperação

Os cuidados pós operatórios são essenciais para a manutenção e a durabilidade do resultado. As principais recomendações médicas costumam ser:

  • Alimentação leve nos primeiros dias
  • Cuidados diários com as cicatrizes
  • Dormir de barriga para cima
  • Usar sutiã cirúrgico por dois meses
  • Após esse prazo, uso de sutiã e top o tempo todo, até para dormir

Esperamos que tenha gostado desse conteúdo. Se tiver dúvidas, entre em contato com a gente!

Publicado por: Dr. Francisco Santos Neto – Cirurgião Plástico | CRMSC 23170 | RQE 14041

 

Compartilhar
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

VEJA TAMBÉM