fbpx

Cirurgia para redução de mama: quais são as indicações

Cirurgia para redução de mama: principais indicações

A cirurgia para redução de mama, também conhecida como redução mamária ou mamoplastia de redução, é um procedimento que diminui o tamanho e o volume dos seios, oferecendo uma sensação de alívio para a mulher que se incomoda com o peso das mamas.

Isso ocorre porque, com a cirurgia, é retirado o excesso de gordura, de tecido e de pele, deixando a região mais leve. Nesse processo, o mamilo é reposicionado. Desta forma, os seios ganham um formato mais equilibrado e proporcional ao corpo.

Pode parecer estranho falar em redução de mama quando a maioria das mulheres quer aumentar os seios. A influência da mídia e do padrão de beleza que a sociedade impõe reforça esse estereótipo.

Mas a verdade é que muitas mulheres sofrem demais com seios grandes. Você não precisa conviver com esse desconforto! Veja quais são as principais indicações para cirurgia de redução de mama.

Cirurgia para redução de mama: por que fazer

Ter seios muito grandes pode fazer com que as mulheres passem por situações engraçadas, constrangedoras ou mais sérias, que envolvem problemas de saúde e emocionais.

Escolher o sutiã certo é um desafio, achar uma camisa de botões que sirva é complicado, esbarrar involuntariamente os peitos nas pessoas ou nas coisas é cotidiano.

Mas além disso, existem outros fatores que podem atrapalhar o dia a dia. Usar um top para atividades físicas é sufocante, correr pode ser muito dolorido e o peso das mamas faz com que os ombros se curvem, prejudicando todo o equilíbrio do corpo.

Essas e outras situações podem causar sentimentos de inadequação, tristeza, frustração e até condições mais graves como a depressão devido à baixa autoestima.

A primeira coisa a se pensar ao considerar a cirurgia para redução de mama é o quanto você se incomoda em relação a isso. A opção deve ser pelo seu bem-estar, e não para atender aos desejos de qualquer outra pessoa.

Como todo procedimento cirúrgico, este envolve riscos e é preciso ter expectativas realistas quanto ao resultado.

Principais queixas quanto aos seios grandes

No meu consultório, as principais queixas das pacientes em relação aos seios grandes são:

  • Dores na coluna, provocadas pelo peso das mamas;
  • Dores nos ombros, pescoço e nas costas;
  • Má postura de forma geral, causada pelo peso dos seios;
  • Sulcos nos ombros devido às alças do sutiã que pesam para sustentar as mamas;
  • Incômodo com a sensação de seios muito grandes;
  • Dificuldades para fazer atividade física;
  • Irritações de pele embaixo da dobra da mama;
  • Seios flácidos e caídos;
  • Aréolas alargadas e pele flácida.

Sendo assim, consigo listar três perfis principais de pessoas que procuram pela cirurgia de redução de mama.

Adolescentes

A hipertrofia mamária em adolescentes é uma condição em que as meninas desenvolvem seios muito grandes na puberdade, que ficam desproporcionais em relação ao resto do corpo.

Numa fase de intensas transformações, essas garotas são alvo de piadas de mau gosto e comentários cruéis a respeito de sua aparência. Além disso, têm a dificuldade de encontrar roupas que sirvam, ao mesmo tempo em que é um desafio participar de atividades físicas. Sem falar nas dores nas costas, nos ombros e nos seios. Isso provoca efeitos psicológicos e emocionais bastante negativos.

A correção do tamanho e volume dos seios, nesses casos, não é apenas uma questão estética, e sim de saúde mental.

O ideal, nesses casos, é que se espere a formação completa dos seios para que seja feita a cirurgia, o que ocorre por volta dos 17 anos. Dependendo do caso, o procedimento pode ser realizado antes disso, mas a garota e a família devem ser informadas da possibilidade de fazer uma nova cirurgia posteriormente, caso as mamas continuem a crescer.

Outro ponto importante é evitar a redução exagerada. A sensibilidade e as funções da mama devem ser preservadas, para que, futuramente, a amamentação não seja prejudicada.

Mulheres após a gravidez

A gravidez e a amamentação alteram de forma significativa os contornos do corpo da mulher. Quando as mamas estão cheias de leite, ficam inchadas, e ao final do período de amamentação, podem ficar grandes demais ou caídas.

O objetivo dessas pacientes é remodelar os seios, para que voltem a ficar preenchidos e com boa sustentação. Além disso, com a diminuição do tamanho, a cirurgia proporciona o alívio das dores provocadas pelo peso exagerado das mamas. A mamoplastia redutora com implante de silicone ajuda a dar forma e volume, ao mesmo tempo em que reduz o tamanho dos seios.

Para as mamães nessa fase, existem outras cirurgias que podem ser realizadas para obter o efeito desejado, associadas ou não à redução de mama. A lipoaspiração, por exemplo, pode funcionar para quem tem apenas excesso de gordura. Já a mastopexia tem a capacidade de levantar os seios.

A escolha depende de uma avaliação clínica criteriosa, que envolve o exame da qualidade da pele (tônus e elasticidade), para verificar qual a indicação correta.

Mulheres após menopausa

A menopausa pode ser um dos fatores que provocam a gigantomastia, ou seja, o volume exagerado dos seios. Não existe um limite de idade para fazer a cirurgia, desde que a mulher esteja bem de saúde. No caso das menopausadas, geralmente a indicação para a redução de mamas vem do ortopedista, para reduzir problemas na coluna.

É interessante notar que o peso da mama não é tão relevante quanto seu posicionamento no corpo. Por exemplo: se o seio pesar 500 gramas, mas estiver alinhado ao tórax, não provoca dores nas costas pois está equilibrado corretamente. Mas se com o mesmo peso estiver posicionado um pouco abaixo de onde deveria, o impacto prejudica a postura e exige a necessidade de correção.

Condições ideais da paciente para cirurgia de redução de mama

Para se submeter a uma cirurgia de redução de mama, é importante que a paciente:

  • Esteja fisicamente saudável;
  • Tenha expectativas realistas;
  • Não fume ou pare com esse hábito meses antes do procedimento;

Espero que este texto tenha esclarecido suas dúvidas sobre as indicações para a cirurgia de redução de mamas. Se quiser saber mais, entre em contato para conversarmos.

Compartilhar
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

VEJA TAMBÉM