fbpx

Cirurgia plástica lipoaspiração: entenda o procedimento e quanto eliminar de gordura

Dr. Francisco Santos Neto - Cirurgião Plástico

A lipoaspiração é a cirurgia plástica que aspira o excesso de gorduras acumuladas em determinadas partes do corpo. Mas é preciso ser realista com a expectativa e o resultado. O sucesso do procedimento exige respeito às individualidades e às formas de cada um.

Não é uma opção satisfatória para pessoas que são obesas, muito flácidas ou sedentárias, por exemplo. Não funciona como tratamento para emagrecer. Também não altera características genéticas.

A lipo é ideal para quem quer eliminar a gordura que teima em não sair com exercícios físicos nem hábitos saudáveis. Ela remodela o corpo, melhora o contorno e a proporção, resultando em um visual mais definido.

Entenda, neste post, como é feita a lipoaspiração, as principais técnicas e quanto é possível eliminar de gordura.

Cirurgia plástica lipoaspiração: quem pode fazer

A lipoaspiração é usada para tratar o acúmulo de gordura localizada no tecido subcutâneo, ou seja, logo abaixo da pele.

Pode ser feita isoladamente ou em associação a outros procedimentos, como abdominoplastia, mastopexia, prótese de silicone, facelift, entre outros. Vamos falar sobre eles logo mais.

Os pré-requisitos para ser um candidato à lipo são:

  • Gozar de boa saúde;
  • Estar com peso muito próximo do normal, com Índice de Massa Corporal (IMC) abaixo de 30;
  • Ter firmeza e maleabilidade na pele, para que possa se adaptar ao novo formato do corpo;
  • Possuir músculos tonificados;
  • Não ter desordens que possam prejudicar a cicatrização, nem ofereçam risco de vida;
  • Ser realista quanto à expectativa e o resultado;
  • Estar disposto a cumprir à risca as orientações médicas.

Quanta gordura é possível eliminar com a lipoaspiração

Em uma única operação, é possível remover um volume de gordura que corresponda a um percentual entre 5% e 7% do peso do corpo. Esse é o limite considerado seguro para uma cirurgia tão complexa.

A lipo é um procedimento extremamente popular. Está em segundo lugar na lista das cirurgias plásticas mais realizadas no Brasil. Isso não é pouca coisa, afinal, os brasileiros são campeões mundiais em cirurgias plásticas estéticas.

Por ser tão difundida, pode dar a impressão de ser uma operação simples ou banal. Ao contrário: é complexa e exige cuidados, desde a escolha do cirurgião até o pós-operatório.

Como é feita a lipoaspiração

Como toda cirurgia plástica, começa com a consulta com o cirurgião plástico. Procure um especialista, busque referências, confira se é certificado pela Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBPC). O centro cirúrgico deve ser autorizado pela Vigilância Sanitária.

Duração

Em média, pode durar entre 3 e 4 horas, mas esse prazo depende de diversos fatores.

Varia conforme a parte do corpo que será trabalhada, as condições de saúde do paciente, a técnica utilizada e se haverá outros procedimentos associados.

Partes do corpo mais comuns para lipo

As áreas do corpo mais comuns para o tratamento são:

  • Abdômen
  • Flancos (pneuzinhos)
  • Coxas
  • Braços
  • Pescoço (papada)
  • Cintura
  • Costas
  • Joelho
  • Peito
  • Bochechas
  • Queixo
  • Pernas
  • Tornozelos

Anestesia

Na lipoaspiração, podem ser usados os seguintes tipos de anestesia:

  • Local: para a manipulação de pequenas áreas;
  • Regional: pode ser a raquidiana ou peridural, bloqueia os nervos que serão envolvidos no procedimento;
  • Geral: para áreas maiores, o paciente fica totalmente desacordado.

Outra possibilidade é a sedação intravenosa. Quem vai determinar a escolha do tipo de anestesia é a equipe médica, que envolve o anestesista e o cirurgião, com base nas condições do paciente.

Durante a cirurgia plástica lipoaspiração

Basicamente, a lipoaspiração é feita da seguinte forma: por meio de uma incisão, é inserida uma cânula no tecido adiposo. Esse tubo oco e muito fino fica conectado a um aparelho de sucção, que aspira a gordura para fora do corpo.

Mas claro que, na prática, não é tão simples assim. Existem diversas técnicas possíveis, que podem ser usadas conforme a decisão do cirurgião e a necessidade do paciente.

Tipos de Lipoaspiração

Lipoescultura: é similar à lipoaspiração comum, porém, a gordura retirada pode ser recolocada em outra parte do corpo que precise de contorno.

Lipo HD: é uma técnica que busca valorizar a definição muscular, removendo a gordura bem próxima da parede dos músculos.

Vibrolipo: a diferença dessa técnica é que a cânula inserida no tecido subcutâneo faz vibrações para estimular a quebra da molécula gordurosa.

Lipo vaser: utiliza um aparelho de ultrassom para separar e romper a gordura de forma homogênea.

Laser: junto à cânula, é inserida uma fibra ótica, por meio da qual é emitido o laser, facilitando a quebra da gordura antes da sucção.

Hidrolipo: feita com a infiltração de uma solução, composta de soro fisiológico e outras substâncias, para facilitar a dissolução do tecido adiposo.

Minilipo: é a lipoaspiração comum, feita em uma área menor do corpo, com anestesia local.

Associada a outros procedimentos

A lipoaspiração remove o acúmulo da gordura que teima em não sair. Mas se o paciente quiser outras melhorias na aparência, é possível fazer a lipo associada a outras cirurgias.

As mais comuns são:

Lipo e abdominoplastia

Indicada para quem quer reduzir o excesso de pele na barriga, além de eliminar o acúmulo de gordura. A associação é tão comum que as cirurgias são consideradas complementares. São procuradas por pessoas que passaram por uma grande redução de peso.

Como é retirada uma parte da pele, o umbigo é recolocado ou, até mesmo, refeito. Eventuais cicatrizes, estrias ou tatuagens que estejam na região podem ser removidas.

Lipo e silicone

Para quem deseja levantar os seios, ao mesmo tempo em que elimina a gordura, a prótese de silicone pode ser uma opção.

Outros procedimentos relacionados aos seios e que podem ser associados à lipo são a mamoplastia de redução e a mastopexia. A lipo remove a gordura na lateral das mamas e da axila, enquanto as demais remodelam o formato dos seios.

Lipoaspiração da face e Facelift

A lipoaspiração pode retirar o excesso de gordura do rosto, especialmente na papada e no pescoço. Em associação ao facelift, a cirurgia proporciona um contorno mais harmonioso da face, com reposição da pele e tonificação muscular.

Esperamos que tenha gostado deste conteúdo. Se tiver alguma dúvida, entre em contato com a gente. Diga sobre qual assunto você tem mais dúvida que trazemos a informação para o blog.

Ficou interessado na lipoaspiração? Agende uma consulta!

Publicado por: Dr. Francisco Santos Neto – Cirurgião Plástico | CRMSC 23170 | RQE 14041

Compartilhar
Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

VEJA TAMBÉM